Incrível acidente de aviação no México sem vítimas mortais

Quando o Embraer 190 da Aeroméxico se preparava para decolar, começou a cair granizo com muita intensidade e o piloto se viu obrigado a abortar o voo. No entanto terá sido tarde demais pois o avião acabou caindo para lá do fim da pista e se incendiou de seguida.

Em tal cenário, só se espera ouvir o pior. É o que costuma acontecer em acidentes de aviação.

No entanto, a incrível história do voo AM 2431 foi, contra todas as expetativas, bem diferente.

O voo da Aeroméxico fazia a ligação entre a cidade de Durango e a capital do país, Cidade do México, quando acabou por cair em meio a uma tempestade de granizo que terá inviabilizado a tentativa de abortar a decolagem por parte do piloto.

O avião caiu num terreno logo após a pista e se incendiou de imediato.

Quando as equipes de socorro chegaram no local, preparadas para lidar com um cenário de morte e destruição, realmente encontraram a destruição mas, de alguma forma, todos os 99 passageiros e 4 membros da tripulação sobreviveram!

Alguns chegaram mesmo a sair dos destroços do avião por seu próprio pé para ir em busca de ajuda.

Embora existam 49 passageiros hospitalizados e 12 deles em estado crítico, o ferido mais grave foi o próprio piloto, que no entanto já foi alvo de uma intervenção cirúrgica encontrando-se fora de perigo de vida.

A pronta ação, rápida e eficiente, por parte da tripulação terá sido essencial para evitar uma tragédia de proporções desastrosas. Os passageiros, entre os quais 11 crianças, terão também colaborado muito bem, seguindo todas as indicações de evacuação por parte da tripulação.

Juntando isso à perícia do piloto, que conseguiu manter um mínimo de controle sobre a aeronave, permitindo minimizar os danos, consegue dar uma ideia de como por vezes é possível existirem desfechos felizes para situações que se pensariam fatais.