A rádio, comunicação sonora por ondas de rádio, geralmente através da transmissão de música, notícias e outros tipos de programas, desde estações de transmissão únicas até multidões de ouvintes individuais equipados com receptores de rádio. Desde o seu nascimento no início do século XX, a transmissão de rádio surpreendeu e encantou o público ao fornecer notícias e entretenimento com uma rapidez nunca antes imaginada.

De cerca de 1920 a 1945, o rádio tornou-se o primeiro meio eletrônico de massa, monopolizando “as ondas de rádio” e definindo, junto com jornais, revistas e filmes, toda uma geração de cultura de massa. Por volta de 1945, o surgimento da televisão começou a transformar o conteúdo e o papel da rádio. O equipamento de radiodifusão permaneceu como o meio massivo eletrônico mais amplamente disponível no mundo, embora sua importância na vida moderna não correspondesse à da televisão, e no início do século 21 enfrentou ainda mais pressão competitiva dos serviços digitais de áudio via satélite e Internet.

De forma resumida, esta é a história de um dos itens mais importantes na vida de todos nós. Você pode estar pensando: mas eu nem ouço rádio! Porém, todos os dias diversas atividades que nem imaginamos contam com a ajuda dos sistemas de rádio. Sejam em avões civis ou de guerra, em comunicação dentro de escolas e de empresas ou até mesmo em casa, com celulares que utilizam as redes de rádio para funcionar.

Vem com a gente conhecer mais sobre um dos itens mais importantes da história: o rádio.